SOBRE NÓS

um universo de produtos de qualidade

FEPSA - Líder mundial em feltros para chapéus
FEPSA - Líder mundial em feltros para chapéus
saber mais
sobre nós

A FEPSA foi fundada em 1969, em S. João da Madeira, graças à união de 6 industriais de chapelaria com raízes no início de séc. XX, e é em grande medida o consolidado de uma indústria muito antiga na Europa, e que em Portugal teve um significativo impulso no séc. XVIII com o Marquês de Pombal.

O feltro para chapéus é produzido na FEPSA por homens e mulheres cujo saber e trabalho dedicado permitem concorrer num universo de qualidade de topo, quer de produtos, quer de serviços. Desde o início tem sido constante a preocupação em inovar, a aposta no desenvolvimento de tecnologia, na flexibilidade para responder a uma grande diversidade de clientes e a adoção de diferentes princípios de organização da produção.

O feltro é produzido através da disposição aleatória de fibras animais numa superfície, criando um manto, e da sua feltragem por compressão e vibração, sob ação de água e calor.

Tal processo de manufatura é conhecido do Homem desde há milhares de anos, e foi um dos primeiros processos de fabrico desenvolvidos pelo Homem. O feltro tem por isso uma história quase tão antiga como a história do próprio Homem.

O papel do chapéu foi ao longo dos tempos símbolo de poder e soberania, signo de superioridade. Variou consoante as oscilações políticas, caracterizou as profissões e traduziu os estados de espírito de cada um. O chapéu é portanto símbolo da identificação social. O chapéu de feltro distinguiu pessoas ao longo da História, definiu personalidades, criou identidades…e assim continua.

saber mais

a nossa história

O início de uma cobertura para a cabeça e do seu uso data de tempos muito recuados. Os primeiros chapéus foram construídos da pele da cabeça de alguns animais. Depois fizeram-se de madeira, ferro, cobre, peles, estopa, palha e, finalmente, de lã e de pelo (coelho, lebre e castor).

Ao percorrer a história das civilizações primitivas, desde a Chinesa à Romana podemos notar uma grande diversidade. Vários nomes se deram em Roma e na Grécia aos chapéus: “Petasus”, “Pileus”, “Caussia”, etc. Na civilização egípcia existiam vários chapéus vistosamente adornados. Na parte central da Europa, o uso do chapéu é conhecido desde a Antiguidade.

1969

A FEPSA-Feltros Portugueses, SA foi fundada em S.João da Madeira a 31 de Março de 1969 por 6 fabricantes nacionais de feltros e chapéus de então com a finalidade de produzir o feltro nas melhores condições de qualidade e produtividade.

1974

Com a Revolução do 25 de Abril, a situação político-laboral dos anos que se seguiram alterou por completo a estabilidade conseguida. Sucessivas altas dos custos de laboração e das matérias-primas, o aumento das dificuldades financeiras da sociedade aliadas a uma redução drástica do consumo de feltros no país. Constatada esta situação, voltou-se a FEPSA para os mercados externos, conseguindo após várias tentativas e adaptações, penetrar em vários países em concorrência com fabricantes de renome mundial.

1979

Em 1979 estava reposto o equilíbrio económico-financeiro da empresa, situação que se mantém até ao presente. Neste mesmo ano foi adquirido o terreno e edifício da Rua da Indústria em S. João da Madeira onde esteve instalada a fábrica até 1990.

Política de Cookies

A Fepsa pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores.As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.